Publicidade

CBB prepara dossiê por um convite e vê Fiba em "sinuca de bico"






No próximo dia 31 de outubro, a Confederação Brasileira de Basketball (CBB) vai entregar à Federação Internacional de Basquete (Fiba) um dossiê com argumentos para pleitear um dos quatro convites para o Campeonato Mundial masculino, que será disputado entre agosto e setembro de 2014, na Espanha. Após a eliminação do Brasil na primeira fase da Copa América de Caracas, há menos de dois meses, algo inédito na história da modalidade, os dirigentes trabalham nos bastidores para que a seleção não fique fora da competição pela primeira vez.

Sede dos Jogos Olímpicos de 2016, o Brasil atravessa um momento de força política considerável, além de ser um país com tradição no esporte em que é bicampeão mundial.

- Nós temos recebido apoio de países importantes como a própria Espanha, organizadora da competição. O presidente da confederação de basquete deles nos mandou uma mensagem dizendo que quer o Brasil participando. Os EUA também nos apoiam. Acho que não vai haver problema algum (em receber o convite). Temos que fazer o nosso dever de casa. Preparamos um dossiê para apresentar à Fiba, onde vamos postular essa vaga - afirmou Carlos Nunes em tom tranquilo, por telefone.

Segundo Nunes, a alta demanda de países tradicionais diante do pouco número de vagas disponíveis deixa a Federação Internacional de Basquete em uma situação delicada. Todavia, o dirigente diz acreditar que as Américas podem receber dois convites, desbancando o forte continente europeu.

- A Fiba está em uma sinuca de bico, pois países como Grécia, China, Turquia e Itália não se classificaram. Mas, mesmo assim, acredito que eles vão dar uma vaga para a América e não se surpreenda se derem duas - completou.

Em novembro deste ano, os dirigentes da Fiba vão se reunir na Argentina para fazer uma pré-seleção entre os candidatos às vagas. Somente em fevereiro serão anunciados os quatro escolhidos para se juntar às demais 20 seleções.


Comente:

Nenhum comentário